O Mar

Vira e mexe somos atingidos por uma ou outra tempestade daquelas que fazem a gente ter dúvida de tudo, inclusive de nós mesmos. E isso traz uma inquietação que parece não ter fim. É dia, e o mar parece estar bem inquieto. Sinal de que algumas tempestades estão a caminho…

Outrora eu teria medo dessas tempestades, hoje sinto apenas aquele leve desconforto que vem com os ventos muito fortes que elas trazem. O medo parece ter ficado no seu devido lugar: enterrado bem fundo na areia sob os meus pés. O mar já faz parte da minha natureza, estar com ele e perto dele, é como estar em casa. A tempestade é só uma mudança inconstante e temporária. Vai passar.

Eu sou como a água. A Água fascina, mas também apresenta seus perigos…uma hora, esse mar no meu coração se acalma.

Anúncios

Um dia todas as coisas se desfazem…

Hoje estava pensando sobre como em algum momento da vida paramos e procuramos nas memórias e nas mais ternas lembranças alguma coisas que possamos intitular como “Isso eu vou contar para os meus netos”. Não é exatamente algo que nos orgulhe, as vezes até é, mas na maioria das vezes é algo que nos tenha feito bem e apenas isso. Alguma coisa que tenha nos dado aquela felicidade sutil, simples e gostosa pelo simples fato de estarmos perto, de termos participado daquele momento, de termos vivido. Tão sutil e simples que só muito depois percebemos que aquilo se chamava felicidade.

Me dei conta de que encontrei uma dessas coisas, algo que vai me marcar pra sempre…e já faz alguns meses, mas foi tão sutil que só  hoje, na eminência de iniciar um novo trabalho ao lado dessas pessoas tão bacanas, que me dei conta disso. Não é mais um trabalho, nem mais uma diversão. Não é simplesmente SENTAR com pessoas que querem realizar “algo“, é ESTAR com essas pessoas para realizar um sonho. É algo que vou ter orgulho de contar não só para os meus netos, mais para TODO MUNDO. [risos]

Daí vem aquela sensação que não existem palavras para explicar exatamente como, quando e porquê, a gente apenas sente e fica feliz e fica pensando e fica triste só em saber em como será quando não existir mais. A gente vai ficar lembrando e rindo sozinhos como bobos. Eu sei que um dia todas as coisas se desfazem, mas quando a gente encontra a felicidade, nada disso importa mais.